segunda-feira, 6 de outubro de 2008

"Era uma Autoridade da Concorrência em cada esquina..."

Qual o melhor amigo do estudante de direito fdliano? Será o Código Civil? Será a alma que arranjou duas mesas novas de matraquilhos?

Não. O CC quanto muito será o melhor porta-cábulas e a alma que arranjou os matraquilhos quanto muito só será o melhor amigo da rapaziada que no ano passado esteve responsável(?) pela Sala Universia.

O melhor amigo do estudante de direito fdliano é sem dúvida alguma o café, esse liquido sagrado que quando ingerido em doses industriais nos possibilita ficar acordados em época de testes, mesmo quando o objecto de estudo é a prosa que o Professor Menezes Cordeiro dedica ao inicio do Universo ou à não menos importante temática do zigoto.

E o que se passa de errado no mundo do café? Sim, porque se estivesse tudo bem eu não escrevia nada. Passa-se que há uma conspiração em curso. Ora veja-se:

No ano passado existiam 3 fontes de café na Faculdade, a saber, a máquina da entrada, o Bar Velho e o originalmente denominado Bar Novo. O café da máquina era o melhor: era o mais barato, com maior qualidade e servido em maior quantidade. O uso do termo "era" não é inocente: a máquina "convenientemente" avariou e "convenientemente" nunca mais foi arranjada, deixando o mercado da bica entregue aos dois supracitados bares.

E com o que é que esses estabelecimentos nos brindaram neste novo ano? Um aumento usurário no preço dos cafés! 50 cêntimos no Bar Velho e 45 no Bar Novo, e se não quiseres vai à máquina...

Estaremos perante um cartel? A Autoridade da Concorrência já investigou? Ninguém quer regular isto? Qual o papel da Dona Fernanda (bem haja!) nesta situação? O Sinédrio já se pronunciou sobre esta importante problemática?

A investigação continuará...


1 comentário:

Lyon Bonaparte disse...

Eu sei que é com atraso, mas este post n merece ficar sem comments xD

A máquina já foi arranjada, n? Só costuma dar-lhe tençao em época de testes xd